out 21, 2021

Como fazer uma boa gestão em saúde? 5 dicas para gestores de clínicas e hospitais

Como fazer uma boa gestão em saúde? 5 dicas para gestores de clínicas e hospitais - Doctoralia

Um corpo clínico formado por bons profissionais de saúde é a base para que clínicas e hospitais ofereçam o melhor serviço possível aos pacientes. Mas não é suficiente. Além de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e outros especialistas da área, é imprescindível que a instituição de saúde tenha também gestores competentes

É por meio de uma boa gestão em saúde que a clínica ou hospital consegue garantir o andamento eficiente de todas as atividades, otimizando processos, aprimorando estratégias e mantendo o negócio em constante desenvolvimento. Dessa forma, os pacientes têm uma boa experiência ao longo de sua jornada, os colaboradores se sentem motivados e produtivos e o negócio conquista sucesso financeiro. 

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é e qual é a importância de fazer uma boa gestão em saúde. Além disso, trazemos algumas dicas de como chegar lá. Confira!

O que é gestão em saúde?

Fazer gestão em saúde consiste em administrar recursos humanos, financeiros e logísticos de instituições de saúde, como clínicas e hospitais. Isso inclui levantar as necessidades da instituição, gerenciar processos e atender a demandas de serviço, criar políticas e aplicá-las, entre outras atividades. 

Tudo isso é feito com o objetivo de oferecer uma experiência excelente aos pacientes, com serviços de qualidade e um bom atendimento. O objetivo é que eles voltem à instituição de saúde para novas consultas, sendo fidelizados

Qual é a importância da gestão em saúde?

A gestão em saúde é essencial para clínicas e hospitais, pois é esse conjunto de ações que vai garantir que os processos funcionem de maneira eficiente. Identificar e ajudar a solucionar problemas estão entre as principais atribuições dos gestores da área, um trabalho que contribui para direcionar o crescimento dos negócios de saúde.

Os gestores em saúde são profissionais estratégicos para as instituições, já que têm como algumas de suas funções a certificação de que os equipamentos estão funcionando, a motivação e qualificação dos colaboradores para que exerçam suas funções com excelência e a implantação de ações inovadoras para potencializar os resultados.

Ao estimular a equipe a dar a atenção adequada aos pacientes e fornecer ferramentas para que isso seja feito de forma inteligente, prática e constante, os responsáveis pela gestão promovem o atendimento humanizado - preocupação cada vez mais relevante no mercado da saúde.

👉 Leia também: Case Médicos de Olhos: tecnologia humanizando o atendimento

Isso contribui para que os pacientes retornem ao centro médico e o recomendem para amigos e familiares, impactando positivamente na lucratividade do negócio. Fica a cargo dos gestores ainda o cuidado com questões financeiras, para assegurar que a clínica ou hospital consiga reduzir custos e maximizar a eficácia no trabalho.

5 dicas que todo gestor da área da saúde deve saber

Gestão em Saúde: 5 dicas que todo gestor deve saber - Doctoralia

Agora que você já sabe o que é e qual é a importância da gestão em saúde, vamos às dicas. A seguir, trazemos algumas ações que todo profissional da área deve dominar.

Saiba identificar as principais métricas

Existe uma frase bem conhecida no meio dos negócios que diz que "o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado". 

Essa ideia também se aplica ao trabalho de gestão em saúde. Saber identificar as principais métricas, investindo naquelas que dão certo e tomando decisões com base em dados, é uma das principais habilidades dos bons profissionais de gestão em saúde.

As métricas servem para saber se os esforços estão trazendo resultados. Por meio de indicadores, é possível medi-los. Alguns exemplos são o número de novos pacientes, de agendamentos de consulta, de retornos e de novos contatos, horários mais concorridos e picos de ligações, além da fonte dos agendamentos e retorno sobre investimentos. 

Esses dados devem ser analisados continuamente, de modo a identificar gargalos que podem ser aprimorados nos processos. Com base nos resultados, o gestor em saúde pode tomar decisões mais assertivas e propor soluções para os problemas enfrentados pela clínica. 

Para se aprofundar no tema “Rentabilidade na saúde”, clique no botão abaixo e faça o download gratuito do nosso eBook:

Ebook gratuito  Rentabilidade na saúde: 5 dicas para aumentar a receita do seu centro médico Acesse já

Garanta os recursos necessários para a equipe

Cabe ao gestor em saúde, também, garantir os recursos necessários para que a equipe do centro médico trabalhe de forma produtiva. Isso vai desde as ferramentas ideais até treinamentos para que os colaboradores consigam utilizá-las da melhor maneira

Além disso, é necessário ouvir a equipe, receber e dar feedbacks. O gestor deve ser o principal apoio dos funcionários dentro da instituição de saúde, fazendo a ponte entre os interesses deles e os da empresa. Dessa forma, todos conseguem prestar um serviço de cada vez mais qualidade aos pacientes. 

👉 Leia também: 7 dicas para aumentar a produtividade da secretária em clínicas

Conheça as especificidades da área da saúde

O conhecimento da área da saúde é outro ponto fundamental para a gestão. Acompanhar o mercado, conhecer as especificidades e estar por dentro das novidades pode fazer a diferença

Também é importante que os profissionais da área conheçam sobre gestão de pessoas, administração e, se possível, tenham uma formação ou especialização focadas na gestão em saúde.

Como inspiração, recomendamos duas histórias de sucesso de centros médicos que se destacam em suas áreas de atuação:

Seja flexível e empático

Lidar com pessoas, sejam funcionários ou pacientes, requer flexibilidade e empatia.

O profissional da área deve estar sempre pronto para resolver questões e ter ótimo relacionamento interpessoal. É preciso entender que mesmo com o foco nas metas, é comum que em um ambiente dinâmico como o de uma clínica ou hospital, os processos passem por alterações e novos problemas surjam frequentemente.

Tenha em mente que centros médicos atendem pessoas que geralmente estão com algum tipo de dor, desconforto ou preocupação, o que faz com que gestos de acolhimento e simpatia sejam extremamente valorizados. Logo, é fundamental que os gestores em saúde interajam de maneira harmônica com funcionários e pacientes, estejam abertos a ouvir, e coloquem-se no lugar do outro. 

Desenvolver a inteligência emocional é outro ponto crucial. Lembre-se de que a atmosfera organizacional impacta no resultado do trabalho da equipe e, consequentemente, nos objetivos e metas que a gestão deseja alcançar. Por isso, manter a calma, ajudar a resolver problemas e desenvolver relacionamentos saudáveis com a equipe são hábitos relevantes.

👉 Leia também: 5 principais erros na gestão hospitalar e como evitá-los

Use a tecnologia a favor do negócio

A tecnologia já está incorporada no dia a dia das grandes empresas. Em um negócio da área da saúde, não é diferente. Hoje, há no mercado soluções que ajudam a gerir pessoas, otimizar o tempo, acompanhar dados e atendimentos, tomar decisões embasadas, reduzir custos operacionais e melhorar o serviço prestado aos pacientes.

A utilização de um software de agendamento online de consultas para dar autonomia aos pacientes é um bom exemplo. Ferramentas de CRM para a saúde (sistema de relacionamento com o cliente), que incluem aplicativo próprio com acesso a receitas e exames, são outra opção, ideal para instituições de saúde maiores. 

E até o atendimento telefônico pode ser melhorado por meio do uso da tecnologia. Um serviço de gestão de chamadas que facilite o trabalho da equipe de recepção, forneça relatórios simples e em tempo real e grave as ligações pode ser um divisor de águas no nível da experiência proporcionada.

E como a gestão tem o papel de encontrar, contratar e garantir a adoção pela equipe das soluções que mais fazem sentido para o centro médico, torna-se determinante para que o negócio potencialize resultados. 

👉 Leia também: Benefícios e tendências da tecnologia em saúde

Como as ferramentas da Doctoralia e do TuoTempo podem tornar a gestão do seu centro médico mais eficaz

O Grupo Docplanner, do qual a Doctoralia e o TuoTempo fazem parte, desenvolve várias ferramentas com o objetivo de tornar a gestão do seu centro médico mais eficaz. Conheça cada uma delas:

Doctoralia Clínicas

O sistema de agendamento online de consultas Doctoralia Clínicas disponibiliza a agenda 24h em diversos canais, além do envio automatizado de lembretes e confirmação de consulta por SMS e WhatsApp sem custos extras por mensagem, entre outras funcionalidades.

A ferramenta reúne diversas soluções em um só lugar, permitindo digitalizar a jornada dos pacientes. É possível fazer a gestão das agendas de todos os especialistas, promover a clínica na internet e interagir com a audiência. 

Assim, o centro médico economiza tempo nas tarefas manuais, aumenta a receita e fideliza o público. E um ponto importante é que você pode continuar usando seu sistema atual de prontuário e prescrição enquanto aproveita a nossa plataforma para melhorar a experiência dos pacientes antes e depois das consultas.

Assista ao vídeo abaixo para entender com detalhes ou solicite uma demonstração personalizada AQUI

TuoTempo

O CRM TuoTempo é a escolha ideal para hospitais, redes de clínicas e centros de diagnóstico. O sistema de relacionamento com os pacientes permite elevar a experiência do paciente ao próximo nível, humanizando o atendimento por meio da tecnologia

O software pode ser totalmente adaptado às necessidades do seu hospital: dá para alterar as cores, incluir seu logotipo e ainda escolher os recursos que você deseja ativar. O TuoTempo ainda permite que seu negócio tenha um aplicativo próprio com check-in virtual, lista dos especialistas e disponibilidade da agenda, marcação, remarcação e cancelamento de consultas, chat com o médico, acesso a resultados de exames, entre outras funcionalidades. 

Além disso, pode ser integrado a mais de 30 dos principais softwares de gestão do mercado. Assim, você garante a centralização e segurança dos dados, além de agregar funções de comunicação ao seu sistema atual sem grandes mudanças na rotina.

Trabalhamos ainda em colaboração com a sua equipe, dando todo o suporte necessário para que, juntos, possamos conquistar resultados reais. Assista ao vídeo para saber mais ou solicite uma demonstração personalizada AQUI.

Doctoralia Phone

Mais que um sistema de telefonia VoIP, o Doctoralia Phone é um serviço de gerenciamento de chamadas que garante que as ligações para a sua clínica sejam atendidas, além de fornecer dados inteligentes e consultoria de negócio. Com a ferramenta, é possível fazer chamadas pela internet, o que facilita o monitoramento da jornada do paciente. 

Além disso, as ligações ficam em um só lugar, sendo possível conferir as chamadas recebidas, perdidas e realizadas. E o melhor: você conta com dados e relatórios para guiar a tomada de decisão e uma equipe de consultores que sugere as estratégias ideais.

Assista ao vídeo a seguir para entender mais detalhes ou peça uma demonstração AQUI.

 

Gostou das dicas? Compartilhe com sua equipe!

👉 Leia também: Saiba tudo sobre experiência do paciente, da teoria à prática