out 28, 2021

Digitalização na saúde: o que é e como digitalizar de verdade o seu centro médico

Digitalização na saúde - Doctoralia

No Brasil, 81% da população com 10 anos ou mais já tem acesso à internet, de acordo com a pesquisa TIC Domicílios 2020. Como consequência, a rede já é inerente ao dia a dia das pessoas, sendo indispensável para a realização da maioria das atividades cotidianas, como pedir comida, pagar as contas ou solicitar um táxi.

Na área da saúde, não é diferente. Os pacientes têm um perfil cada vez mais digital. Empoderados pelo fácil acesso às informações, eles estão mais conscientes quanto aos cuidados com a saúde, desejam se envolver em decisões referentes ao diagnóstico e ao tratamento e esperam ter praticidade e imediatismo na resolução de questões médicas.

Como resposta a essas necessidades, os centros médicos que desejam atrair e fidelizar pacientes precisam pensar em estratégias de digitalização na saúde. Por meio da tecnologia, é possível agilizar o contato com o público, oferecer autonomia e aproximar os pacientes da clínica ou hospital. 

Mas como começar o processo de digitalização? Quais atividades podem ser digitalizadas? É sobre isso que vamos falar neste artigo. Continue a leitura para saber mais!

Por que investir em digitalização na saúde?

Quando se fala em digitalização na saúde, é possível que a primeira imagem que venha à mente seja algo futurista, como o uso de robôs para fazer cirurgias. Embora tecnologias do tipo já existam e estejam próximo de se tornarem corriqueiras, a digitalização no setor pode começar de forma mais simples, permeando todas as áreas que compõem o funcionamento de um centro médico. 

Um dos principais ganhos da digitalização de processos em uma instituição médica é a otimização de tempo e esforços

Ações cotidianas que antes demandavam trabalho burocrático e preciosos minutos da equipe – como a marcação de consultas e o envio de lembretes e confirmações –, podem ser automatizadas com softwares médicos específicos para esse fim. Isso deixa a equipe livre para focar em ações mais estratégicas, como atender melhor o paciente que chega à recepção.

Quando os processos são digitalizados, também fica mais fácil ter dados organizados e que contribuem para a tomada de decisões mais assertivas. Dessa forma, a clínica ou hospital não só atende aos anseios do paciente digital, como também conseguem trabalhar de maneira mais inteligente e produtiva, o que impacta na rentabilidade do negócio.

👉 Leia também: [eBook] Rentabilidade na saúde - 5 dicas para aumentar a receita do seu centro médico

A importância da digitalização da agenda médica

br-hero-agenda-online-avatars@2x

A possibilidade de fazer o agendamento de consultas pela internet é uma das principais maneiras de começar a digitalização na saúde.

Digitalizar a agenda médica permite oferecer ao paciente uma experiência melhor – que, vale lembrar, não começa e nem termina na consulta, mas sim engloba todos os pontos de contato: desde quando ele percebe que precisa de um serviço médico e busca por indicações, seja de amigos e familiares ou na internet, até o pós-atendimento.

Isso faz com que o paciente ganhe autonomia para garantir o horário do seu atendimento sem precisar ligar para o centro médico e depender do horário comercial. Já a instituição de saúde aumenta as oportunidades de conseguir consultas, pois fica disponível para marcações 24h por dia, 7 dias por semana. 

Essa facilidade está deixando de ser um diferencial e se tornando um requisito básico para os pacientes que procuram profissionais atualizados e acessíveis. Com isso, o centro médico tem mais retorno financeiro e ainda aumenta sua autoridade no mercado.

👉 Leia também: Como aumentar os agendamentos da sua clínica?

Por que digitalizar o marketing da clínica de saúde

Outra possibilidade trazida pela digitalização na saúde é o disparo de campanhas de marketing e a possibilidade de acompanhar de perto a performance de cada ação.

É imprescindível que os esforços de marketing sejam otimizados por meio da automação de algumas atividades e da rastreabilidade, a fim de reduzir tarefas braçais e obter dados precisos que sirvam como base para novos investimentos. Dessa forma, é possível provar o valor das ações e tornar a equipe mais estratégica para a instituição de saúde.

E além da aquisição de pacientes, que é uma métrica comumente associada a resultado em ações de marketing, a fidelização também é um objetivo a ser alcançado. Com uma ferramenta adequada, é possível enviar mensagens informativas, convites de retorno e dicas de saúde por SMS e email, em massa para a base de contatos do centro médico ou para grupos segmentados por especialista, data da última visita, idade, etc.

Outra possibilidade para se manter relevante e desenvolver um relacionamento próximo com os pacientes é o envio de campanhas temáticas, como mensagens de conscientização relacionadas ao Novembro Azul, mês de combate ao câncer de próstata, que podem ser disparadas para homens de determinada faixa etária incentivando-os a fazer exames preventivos.

👉 Leia também: Marketing em saúde: como combinar campanhas online e offline

Como usar a digitalização na saúde para reduzir as faltas

sms-marketing-1

Boas ferramentas de agendamento de consultas também possibilitam o envio de lembretes, que ajudam a resolver um problema comum entre centros médicos: o absenteísmo dos pacientes, também chamado de no-show

A tarefa de lembrar os pacientes sobre a consulta que se aproxima é muitas vezes feita manualmente pela recepção, que envia o lembrete por mensagem ou por telefone. O problema é que isso demanda um tempo valioso da equipe.

O mais estratégico, portanto, é adotar o envio automático de lembretes, que pode ser feito por WhatsApp e é sincronizado com a agenda dos especialistas, permitindo o reagendamento, caso necessário.

Dessa maneira, a recepção não precisa se preocupar com confirmações telefônicas, e o paciente lê a mensagem quando preferir. Isso diminui as perdas causadas pelo não comparecimento e reduz a sobrecarga de trabalho da recepção.

👉 Leia também: 4 ferramentas para melhorar a comunicação com os pacientes

Digitalização na saúde e humanização do atendimento

A digitalização de processos, combinada a um tratamento mais humano e centrado nas pessoas, é uma maneira de empoderar os pacientes, deixando-os confortáveis para tirar dúvidas e desenvolvendo um relacionamento de confiança com a instituição de saúde. 

Ao contrário do que se pode pensar, a tecnologia é uma grande aliada na humanização dos processos da clínica ou hospital. Funcionalidades como o agendamento online de consultas, o envio de lembretes e a realização de campanhas de marketing otimizam o tempo da equipe, permitindo que os colaboradores tenham mais tempo para dedicar a um atendimento mais prestativo e pessoal aos pacientes.

Mas além das funcionalidades citadas, é possível ir além! Instituições de saúde com certa maturidade digital podem agregar diferenciais como aplicativo próprio com acesso a exames e receitas, telemedicina, sala de espera virtual e check-in online para digitalizar a jornada do paciente por completo.

👉 Leia também: Case Médicos de Olhos: tecnologia humanizando o atendimento

Como as ferramentas da Doctoralia e do TuoTempo contribuem para a digitalização na saúde

O Grupo Docplanner, do qual a Doctoralia e o TuoTempo fazem parte, desenvolve diversas ferramentas que podem ser aliadas na digitalização do seu centro médico. Conheça cada uma delas:

Doctoralia Clínicas

O Doctoralia Clínicas é um sistema de agendamento online de consultas que permite que os clientes façam agendamentos 24h em diversos canais, além de possibilitar o envio automatizado de lembretes por SMS e WhatsApp, a promoção da clínica na internet e a interação com o público. Dessa forma, você digitaliza a jornada dos pacientes antes e depois do atendimento em si.

Assista ao vídeo a seguir para compreender tudo o que o sistema oferece e peça uma demonstração personalizada Às necessidades do seu negócio AQUI

TuoTempo

Voltado para hospitais, redes de clínicas e centros de diagnóstico, o CRM TuoTempo possibilita oferecer uma experiência de nível elevado aos pacientes, usando a tecnologia para humanizar o atendimento. O software pode ser adaptado conforme as necessidades de cada instituição e é integrado a mais de 30 dos principais softwares de gestão disponíveis no mercado

Para garantir o aproveitamento da ferramenta, uma equipe de consultores trabalha em conjunto com você, dando o apoio necessário e orientando quanto às melhores estratégias. Assista ao vídeo abaixo para saber mais ou solicite uma demonstração personalizada AQUI.

Doctoralia Phone

O Doctoralia Phone é um serviço de gerenciamento de chamadas voltado para clínicas que querem melhorar o atendimento oferecido pelo telefone. Além das funcionalidades de um sistema VoIP, como fazer chamadas pela internet, a solução permite acompanhar, retornar e gravar todas as ligações recebidas e oferece dados para guiar a tomada de decisão.

Os clientes ainda contam com uma equipe de consultores, que sugerem as estratégias ideais para cada negócio. Assista ao vídeo a seguir para entender mais detalhes ou peça uma demonstração AQUI.

 

Gostou das dicas? Compartilhe com sua equipe!

👉 Leia também: Como fazer uma boa gestão em saúde? 5 dicas para gestores de clínicas e hospitais